Concórdia

27 jul 20 | 12h17 Por Jocimar Soares

Apoio aos atingidos pelos temporais de junho arrecada mais de R$ 33 mil

Ação foi desencadeada pelo Instituto BRF.

Apoio aos atingidos pelos temporais de junho arrecada mais de R$ 33 mil
Imprimir

A BRF, por meio do Instituto BRF, arrecadou R$ 33,3 mil, que serão doados às famílias de colaboradores atingidas pelos temporais no Sul do Brasil, ocorridos no fim do mês passado. O valor ficou R$ 3,3 mil acima da meta inicial prevista. A informação consta em release, enviado para a imprensa, pela companhia


A ação do Instituto BRF também destinou R$ 50 mil do seu Fundo de Ajuda Humanitária para compra de material de construção pelos seus colaboradores e incluiu, ainda, a doação de mais R$ 50 mil à unidade da Cruz Vermelha em Chapecó, que atuou na região no alívio à emergência ambiental. Esses recursos também foram aplicados na aquisição de cestas básicas, telhas e outros materiais para a reconstrução das casas.


Assim segue a nota, de que "assim, além dos R$ 33,3 mil arrecadados, foram destinados pelo Instituto BRF R$ 100 mil para atender os afetados pelo temporal. De acordo com o Instituto, serão beneficiados trabalhadores de cerca de 10 unidades da BRF."


De acordo com a companhia, as ações de ajuda estão predominantemente no Oeste de Santa Catarina, onde há um vínculo importante com a história da Companhia. Em Concórdia, nasceu a Sadia, e, em Videira, a Perdigão, empresas que viriam se fundir e formar a BRF. Além de Chapecó, Concórdia e Videira, as ações também estão sendo realizadas em outras quatro cidades catarinenses – Campos Novos, Capinzal, Faxinal dos Guedes e Itajaí.

27 jul 20 | 12h17 Por Jocimar Soares

Apoio aos atingidos pelos temporais de junho arrecada mais de R$ 33 mil

Ação foi desencadeada pelo Instituto BRF.

Apoio aos atingidos pelos temporais de junho arrecada mais de R$ 33 mil

A BRF, por meio do Instituto BRF, arrecadou R$ 33,3 mil, que serão doados às famílias de colaboradores atingidas pelos temporais no Sul do Brasil, ocorridos no fim do mês passado. O valor ficou R$ 3,3 mil acima da meta inicial prevista. A informação consta em release, enviado para a imprensa, pela companhia


A ação do Instituto BRF também destinou R$ 50 mil do seu Fundo de Ajuda Humanitária para compra de material de construção pelos seus colaboradores e incluiu, ainda, a doação de mais R$ 50 mil à unidade da Cruz Vermelha em Chapecó, que atuou na região no alívio à emergência ambiental. Esses recursos também foram aplicados na aquisição de cestas básicas, telhas e outros materiais para a reconstrução das casas.


Assim segue a nota, de que "assim, além dos R$ 33,3 mil arrecadados, foram destinados pelo Instituto BRF R$ 100 mil para atender os afetados pelo temporal. De acordo com o Instituto, serão beneficiados trabalhadores de cerca de 10 unidades da BRF."


De acordo com a companhia, as ações de ajuda estão predominantemente no Oeste de Santa Catarina, onde há um vínculo importante com a história da Companhia. Em Concórdia, nasceu a Sadia, e, em Videira, a Perdigão, empresas que viriam se fundir e formar a BRF. Além de Chapecó, Concórdia e Videira, as ações também estão sendo realizadas em outras quatro cidades catarinenses – Campos Novos, Capinzal, Faxinal dos Guedes e Itajaí.