Concórdia

22 jul 21 | 16h02 Por Jocimar Soares

Alimentos recebidos na campanha de vacinação atendem 150 famílias

Doação espontânea pode continuar sendo feitas nas próximas etapas de imunização

Alimentos recebidos na campanha de vacinação atendem 150 famílias
Imprimir

A doação espontânea de alimentos não perecíveis durante a vacinação contra a Covid-19 em Concórdia alcançou até agora 3.352 Kg. A informação é da Secretaria Municipal de Assistência Social.


Os alimentos foram separados em cestas que foram direcionadas aos dois Centros de Referência em Assistência Social - CRAS, existentes no município. Posteriormente, com base no cadastro de famílias que demandam auxílio de alimentos, as assistentes sociais fizeram visitas pontuais verificando a necessidade e entregando os kits.


O secretário da Ação Social, Jaime Bernardi, destaca que a população pode continuar contribuindo de forma voluntária. Quem tiver interesse em ajudar os mais necessitados pode levar um quilo de alimento perecível no dia de sua vacinação ou até mesmo direto nos CRAS, localizados nos bairros Imigrantes e Guilherme Reich. 


O secretário reforça ainda que antes de contribuir com qualquer iniciativa de campanha social, que se busque informações junto a secretaria. Recentemente uma pessoa de outra região do Brasil se fez passar por uma moradora do bairro dos Estados e recebeu diversas doações via transferência bancária. Ao tomar conhecimento, a equipe da secretaria foi até o local informado e constatou que o número da casa não existia e ninguém conhecia tal pessoa. Descoberto o golpe, em seguida a mesma deletou seu perfil nas redes sociais.


(Fonte: Lana Correa Pinheiro/Secom)

22 jul 21 | 16h02 Por Jocimar Soares

Alimentos recebidos na campanha de vacinação atendem 150 famílias

Doação espontânea pode continuar sendo feitas nas próximas etapas de imunização

Alimentos recebidos na campanha de vacinação atendem 150 famílias

A doação espontânea de alimentos não perecíveis durante a vacinação contra a Covid-19 em Concórdia alcançou até agora 3.352 Kg. A informação é da Secretaria Municipal de Assistência Social.


Os alimentos foram separados em cestas que foram direcionadas aos dois Centros de Referência em Assistência Social - CRAS, existentes no município. Posteriormente, com base no cadastro de famílias que demandam auxílio de alimentos, as assistentes sociais fizeram visitas pontuais verificando a necessidade e entregando os kits.


O secretário da Ação Social, Jaime Bernardi, destaca que a população pode continuar contribuindo de forma voluntária. Quem tiver interesse em ajudar os mais necessitados pode levar um quilo de alimento perecível no dia de sua vacinação ou até mesmo direto nos CRAS, localizados nos bairros Imigrantes e Guilherme Reich. 


O secretário reforça ainda que antes de contribuir com qualquer iniciativa de campanha social, que se busque informações junto a secretaria. Recentemente uma pessoa de outra região do Brasil se fez passar por uma moradora do bairro dos Estados e recebeu diversas doações via transferência bancária. Ao tomar conhecimento, a equipe da secretaria foi até o local informado e constatou que o número da casa não existia e ninguém conhecia tal pessoa. Descoberto o golpe, em seguida a mesma deletou seu perfil nas redes sociais.


(Fonte: Lana Correa Pinheiro/Secom)