ATENDIMENTO (49) 3441 2801
Já possui uma conta? Entrar | Cadastre-se

Faça login

Caso você ainda não possua uma conta, faça o seu cadastro. É rápido, fácil e garante acesso a diferentes serviços.

Cadastre-se

Caso você ainda não possua uma conta, faça o seu cadastro.

 

Foto ilustrativa
Clima tenso entre a Prefeitura de Arabutã e a Câmara de Vereadores
Prefeito em exercício diz que Legislativo está travando o projeto do asfalto à Nova Estrela
Publicado 15/05/2019
 

Por Analu Slongo

A dificuldade para asfaltar o acesso à comunidade de Nova Estrela em Arabutã vai gerar mais uma polêmica entre a administração municipal e a Câmara de Vereadores. Na versão do prefeito em exercício, Olguin Metz, o projeto não tem andado porque a pauta está travada no Legislativo.

 

Em novembro do ano passado foi realizada uma audiência pública e a Câmara de Vereadores autorizou a prefeitura a buscar o financiamento para essa obra. Segundo Metz, a lei foi aprovada sem nenhum prazo de carência, quando o normal é um ano. Na interpretação do prefeito em exercício, agora o impasse estaria na apreciação de um novo projeto lei que foi enviado pelo governo municipal, prevendo carência de três meses para começar a pagar os R$ 3 milhões que seriam financiados. “Isso é uma exigência do banco para liberar o dinheiro. Encaminhamos no dia seis de março e até agora ele não foi apreciado. Estamos constrangidos com isso porque a população cobra essa obra”, ressalta.

 

Na opinião do prefeito em exercício, o projeto está sendo travado para pressionar o governo municipal a autorizar a compra do terreno para a construção da nova Câmara de Vereadores de Arabutã, com a desapropriação de uma área particular. “Não temos um relacionamento bom a essa altura, mas gostaríamos que essa pauta seja apreciada e aprovada porque é uma necessidade muito grande da comunidade de Nova Estrela”, afirma Metz.

 

Na audiência pública realizada em novembro foi aprovado o financiamento de R$ 3 milhões, mas a intenção da Prefeitura de Arabutã é contratar R$ 2 milhões e investir mais R$ 500 mil de recursos próprios. Na primeira fase seriam executados 2,5 quilômetros. O total da obra contempla sete quilômetros para ligar o centro da cidade até a comunidade de Nova Estrela. O projeto de engenharia para essa obra ainda não foi realizado.

 

Versão da Câmara

 

O Jornalismo da Rádio Aliança entrou em contato com a presidente da Câmara de Vereadores de Arabutã, Isolde Ruppenthal, que preferiu não se manifestar neste momento. Na noite desta quarta-feira, 15 de maio, haverá sessão no Legislativo de Arabutã.

 

COMENTE