ATENDIMENTO (49) 3441 2801
Já possui uma conta? Entrar | Cadastre-se

Faça login

Caso você ainda não possua uma conta, faça o seu cadastro. É rápido, fácil e garante acesso a diferentes serviços.

Cadastre-se

Caso você ainda não possua uma conta, faça o seu cadastro.

 

Arquivo.
Bope confirma que objeto não era explosivo e não era inflamável'
Acredita-se que encomenda poderia ser uma peça veicular. Investigações seguem com a Polícia Federal.
Publicado 11/01/2019
 

Por Jocimar Soares

Embora esteja a cargo da Polícia Federal de Chapecó, o objeto que foi explodido na última sexta-feira, dia quatro, na área central de Concórdia não era nenhum tipo de explosivo. A informação preliminar é do comando do Bope de Florianópolis, que realizou o procedimento na última semana na área central de Concórdia. Após todo o trabalho realizado, usando explosivo para abrir o pacote suspeito, o material foi levado para a Superintendência da PF na maior cidade do Oeste.

 

Conforme informações obtidas pela Rádio Aliança, a suspeita é que o objeto possa ser uma peça veicular e sem nenhum material inflamável. Em princípio, nada de ilícito teria sido achado dentro desse pacote. O Departamento de Jornalismo da Rádio Aliança vem mantendo contato com a Polícia Federal de Chapecó, porém não obteve retorno para saber os procedimentos dessa investigação.

 

De acordo com o que foi noticiado na última semana, um pacote suspeito foi interceptado pela Polícia Federal na Agência dos Correios de Concórdia. Acreditava-se que pudesse ser um explosivo, o que demandou do trabalho do Bope, que veio de Florianópolis.


O objeto foi explodido propositalmente na praça central, rente ao muro do Parquinho. Tal procedimento fez com que parte do centro fosse evacuado num raio de três quarteirões por aproximadamente 2h30.

COMENTE