ATENDIMENTO (49) 3441 2801
Já possui uma conta? Entrar | Cadastre-se

Faça login

Caso você ainda não possua uma conta, faça o seu cadastro. É rápido, fácil e garante acesso a diferentes serviços.

Cadastre-se

Caso você ainda não possua uma conta, faça o seu cadastro.

 

Divulgação.
Acoff: Quando o sucesso não depende do barulho e da badalação midiática
Clube de Concórdia é uma prova viva de que a competência anda junta com a discrição e o foco.
Publicado 07/11/2018
 

Por Jocimar Soares

É como diz a afirmação, a excelência e a competência existem onde há o silêncio e a compenetração no trabalho. Vou pegar um exemplo esdrúxulo, mas que facilita a compreensão para você, leitor.  Em uma empresa sempre tem o funcionário que se acha o bom, o gostosão, o sabe tudo, o pavão que adora aparecer. E também tem aquele que trabalha quieto, faz o dele bem feito e a presença desse acaba sendo imperceptível aos olhos dos demais. Pois é, fique sabendo que se as coisas estão andando nesta emprsa bem é por causa do segundo exemplo de funcionário. Então, os quietos e compenetrados é que devem ser observados e admirados. Não os falastrões, que compensam com a língua a própria falta de capacidade. Esse é um exemplo que eu usei, quando se trata de pessoas.


Para entidades, mais especificamente, clubes esportivos, parte dessa premissa é aplicável e o exemplo do "funcionário silencioso" se enquadra para a Associação Concordiense de Futsal Feminino, Acoff. Com pouca mídia, mas muita vontade, o clube vem colhendo frutos de um trabalho repleto de dedicação e superação nos últimos anos. Através da Acoff, o Colégio Vidal Ramos Jr conquistou o título de campeã da Fase Estadual do Moleque Bom de Bola e isso não é pouca coisa! Também vem empilhando conquistas em suas categorias de base.


Conforme disse a professora Ana Paula Deitos, em entrevista, na manhã de terça-feira, dia seis, ao Mesa Redonda, são cerca de 200 meninas, dos seis anos ao adulto (acima do sub-17) que fazem parte do projeto. É um número expressivo, mas que pouca gente sabe. Mesmo com pouca divulgação, o projeto anda com as próprias pernas e constroi o seu próprio mérito a cada conquista. Reforçando a tese de que a competência, neste caso, anda junto com a modéstia, com o silêncio e com o foco.


Nesta toada de pouca divulgação e muita competência, além da Acoff, podemos citar a maioria dos clubes que representam modalidades, que com pouca divulgação conseguem resultados expressivos. Porém, quero deixar bem claro que existem clubes que, com um pouco mais de divulgação em relação aos demais, também fazem questão de manter o foco, a competência e a constante busca da excelência. Cito aqui a Associação Atlética Universitária, que vem empilhando título e faz jus ao "barulho" da mídia local; mais o Concórdia Atlético Clube e a Associação Concordiense de Futsal. Esses dois ultimos, já estiveram em situação melhor, mas resolveram dar um passo atrás para depois dar dois de avanço. Nem por isso, deixam de prezar pela excelência apesar de suas limitações e com os olhos constantes da mídia. Trocando em miúdos, na minha opinião, não existe "funcionário falastrão" no esporte em Concórdia.

COMENTE