ATENDIMENTO (49) 3441 2801
Já possui uma conta? Entrar | Cadastre-se

Faça login

Caso você ainda não possua uma conta, faça o seu cadastro. É rápido, fácil e garante acesso a diferentes serviços.

Cadastre-se

Caso você ainda não possua uma conta, faça o seu cadastro.

 

Divulgação.
Concórdia perde com a ausência das Escolas de Samba no próximo Carnaval
Se o Desfile das Escolas de Samba tivesse mantido seu crescimento, certamente nós teríamos um produto turístico.
Publicado 30/10/2018
 

Por Jocimar Soares

No meu ponto de vista, o município de Concórdia está perdendo várias oportunidades com a não realização do desfile das escolas de samba no Carnaval de 2019. Como colocado em reportagem do colega Cristiano Mortari, a Liga das Escolas de Samba decidiu não fazer o desfile no próximo ano. As alegações são do pouco tempo de organização das agremiações - o período eleitoral também é apontado como outro fator que contribuiu para a tomada dessa decisão. A ideia é não fazer no próximo ano e retomar com mais força em 2020. Se houver uma retomada!


A parada de um ano, além de quebrar a sequência, também implica em dificuldades maiores para estimular o retorno das pessoas, que hoje estão envolvidas com cada uma das três agremiações. Ou seja, se com a realização do Desfile de Escolas de Samba feito periodicamente nos últimos anos, já estava difícil trazer gente para participar das Escolas de Samba, com essa parada, a extrema-unção estará sendo sacramentada sobre esse projeto para o Carnaval, que foi iniciado no começo dessa década.


Muita gente teve a oportunidade de acompanhar o auge dos desfiles das Escolas de Samba, que eram realizadas na Dr. Maruri. Por duas noite, a principal rua de Concórdia virava a Avenida do Samba. O público comparecia nas arquibancadas, nas calçadas, nas sacadas dos prédios e até mesmo integrando as escolas de samba. 


Quem acompanhou esses momentos teve a real noção do potencial que o evento possuía e por alguma razão passou a se perder. Se houvesse uma continuidade no crescimento do evento, o Carnaval com Desfile das Escolas de Samba poderia ser um produto turístico para Concórdia no curto espaço de tempo. Isso ajudaria a trazer gente de outros municípios, uma vez que não estava havendo conflito com Itá e com Joaçaba, que já tem seus carnavais com desfile já consolidados. 


Além dos visitantes de outras cidades, o Carnaval, no formato que vinha sendo realizado, poderia criar um novo segmento econômico em Concórdia como a fabricação de alegorias e composições de enredos, por exemplo. Começaria pequeno, mas iria crescer. Sem falar nos serviços de sonorização e infraestrutura para o público. Porém, isso tudo deixa de acontecer agora.

 

Com a ausência das Escolas de Samba no próximo ano, isso não quer dizer que o Carnaval vai deixar de existir em Concórdia. a Fundação Municipal de Cultura afirma que haverá uma programação diferenciada para o público.


Confesso a vocês que não sou muito afeito ao Carnaval! Porém, o Desfile das Escolas de Samba, que estava decolando em Concórdia, enchia os olhos do público pela criatividade das agremiações, pelo brio de seus componentes e pelo potencial de crescimento, que poderia dar uma valiosa contribuição econômica para o município. 


Porém, lamento informar que perdemos de embarcar nesse bloco. Assim como diz a letra da música As Rosas não Falam, do mestre Cartola: Bate outra vez, com esperanças o meu coração, pois já vai terminando o verão, enfim!

COMENTE