ATENDIMENTO (49) 3441 2801
Já possui uma conta? Entrar | Cadastre-se

Faça login

Caso você ainda não possua uma conta, faça o seu cadastro. É rápido, fácil e garante acesso a diferentes serviços.

Cadastre-se

Caso você ainda não possua uma conta, faça o seu cadastro.

 

Divulgação.
Na próxima semana, Federação das Indústrias se instala no Oeste de SC
O presidente, Mario Cezar de Aguiar, realizará encontros com lideranças empresariais da região.
Publicado 21/10/2018
 

Por Jocimar Soares

A diretoria da Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC) se instalará, durante toda a próxima semana (22 a 26 de outubro) na região Oeste catarinense. “A região oferece uma importante contribuição ao desenvolvimento do Estado e do País, mas carece de mais atenção devido aos enormes desafios que enfrenta; distante dos grandes centros consumidores e dos locais de produção de matéria-prima, o Oeste tem uma precária infraestrutura de transporte”, sintetiza o presidente da Federação, Mario Cezar de Aguiar. Ele e diretores executivos estarão nas cidades de Chapecó, Concórdia, Xanxerê, São Lourenço do Oeste, Pinhalzinho, Campo Erê e São Carlos para reuniões com lideranças empresariais e visitas a indústrias.

 

 “A região é o berço da agroindústria brasileira, mas também tem uma economia diversificada, que o Estado precisa estimular, mantendo o desenvolvimento equilibrado e distribuído. Essa indústria foi construída com sacrifício, muito suor e determinação de empresários e trabalhadores, pois as dificuldades sempre existiram”, diz. Ele destaca, entretanto, que, com o mercado cada vez mais disputado, o Oeste precisa com urgência dos investimentos que lhe garantam a competitividade industrial. “A inédita instalação da FIESC na região tem também o propósito de ampliar o debate sobre suas potencialidades e dificuldades, além de permitir uma aproximação cada vez maior dos empresários dos diversos setores”, acrescenta o presidente da FIESC.

 

O Oeste catarinense possui 8 mil indústrias, que geram 125,4 mil empregos, o correspondente a 16,8% dos empregos industriais do Estado. De janeiro a agosto de 2018, as indústrias da região criaram 7,3 mil postos de trabalho, ou seja, 30,6% do saldo de empregos do setor em todo o território catarinense. Nos primeiros nove meses do ano, a região exportou US$ 353,9 milhões e importou US$ 136,7 milhões, obtendo saldo de US$ 217,3 milhões na balança comercial.

 

(Fonte: Assessoria de Imprensa FIESC)

COMENTE