ATENDIMENTO (49) 3441 2801
Já possui uma conta? Entrar | Cadastre-se

Faça login

Caso você ainda não possua uma conta, faça o seu cadastro. É rápido, fácil e garante acesso a diferentes serviços.

Cadastre-se

Caso você ainda não possua uma conta, faça o seu cadastro.

 

Foto Divulgação Internet
Santa Catarina amplia exportações de carne suína e de frango em setembro
No último mês, o Estado embarcou 121,2 mil toneladas desses produtos, faturando aproximadamente US$ 198,5 milhões
Publicado 05/10/2018
 

Por Analu Slongo

Grande produtor de proteína animal, Santa Catarina encerra o mês de setembro com alta nas exportações de carne suína e de frango. O Estado está entre os maiores produtores de suínos e aves do Brasil e fez da sanidade agropecuária a sua marca registrada na busca por mercados internacionais. No último mês, Santa Catarina embarcou 121,2 mil toneladas desses produtos, faturando aproximadamente US$ 198,5 milhões.

 

Em setembro, o Estado exportou 92,7 mil toneladas de carne de frango, 3,6% a mais do que no mesmo período de 2017 e uma queda de 16,9% em comparação com agosto deste ano. O valor arrecadado com os embarques foi de US$ 149,3 milhões – 11,4% menor do que no ano anterior e 17,5% menor do que em agosto.  Os principais mercados para o produto catarinense foram Japão, China e Arábia Saudita.

 

O cenário para as exportações de carne suína foi de crescimento em comparação com o último ano. Foram exportadas 28,5 mil toneladas do produto, com um faturamento que passa de US$ 49 milhões – um aumento de, respectivamente, 29,5% e de 0,5% em relação a setembro de 2017. Na comparação com o mês anterior, os valores apresentam queda de 16,8% na arrecadação e de 15,2% na quantidade. Os principais mercados para carne suína catarinense foram China, Hong Kong e Chile.

 

Acumulado do ano

Santa Catarina responde por 50,2% das exportações brasileiras de carne suína e por 25,2% das exportações brasileiras de carne de frango, levando em consideração os montantes acumulados este ano. O desempenho catarinense está relacionado à busca constante pela excelência sanitária – o estado é o único do país reconhecido pela Organização Mundial de Saúde Animal como livre de febre aftosa sem vacinação – o que garante o acesso aos mercados mais exigentes do mundo.

 

De janeiro a setembro deste ano, Santa Catarina exportou 231,5 mil toneladas de carne suína, um crescimento de 8,7% em relação ao mesmo período de 2017. O faturamento com as exportações é de US$ 439,5 milhões.

 

Nesse mesmo tempo, o Brasil exportou 461 mil toneladas de carne suína, faturando US$ 876,1 milhões - uma queda de respectivamente 11,4% e de 29,2% em relação a 2017.

 

Principal produto da pauta de exportações do estado, Santa Catarina ampliou também as vendas internacionais de carne de frango. Ao longo de 2018, foram embarcadas 752,4 mil toneladas do produto, 1,4% a mais do que no mesmo período do último ano. O faturamento com as exportações de carne de frango já passa de US$ 1,25 bilhão.

 

Entre janeiro e setembro deste ano, o Brasil exportou 2,9 milhões de toneladas de carne de frango (8% a menos do que no último ano) e faturou US$ 4,7 bilhões (uma queda de 13,8% em relação ao mesmo período de 2017).

 

Os números foram divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior e analisados pelo Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Epagri/Cepa).

 

Fonte: Ana Ceron/ASCOM Secretaria de Agricultura

COMENTE