ATENDIMENTO (49) 3441 2801
Já possui uma conta? Entrar | Cadastre-se

Faça login

Caso você ainda não possua uma conta, faça o seu cadastro. É rápido, fácil e garante acesso a diferentes serviços.

Cadastre-se

Caso você ainda não possua uma conta, faça o seu cadastro.

 

Mais de 600 ordens judiciais foram cumpridas nos três estados do Sul do Brasil (Foto: Polícia Civil/Divulgação)
Polícia Civil de Concórdia realizou Operação Anjos da Lei
Foram cumpridos na operação dois mandados de busca e apreensão e um Termo Circunstanciado por posse de maconha
Publicado 14/06/2018
 

Por André Kruger

A Policia Civil (PC) de Concórdia participou da Operação Anjos da Lei, realizada na manhã da quarta-feira (13), nas imediações de escolas do município e teve como objetivo a repressão ao tráfico e consumo de entorpecentes.

Foram cumpridos na operação dois mandados de busca e apreensão e um Termo Circunstanciado por posse de maconha. 

Conforme o Delegado Regional da Décima Quarta Delegacia de Polícia Civil, em Concórdia, Marcelo Nogueira, a ação foi realizada nas imediações das escolas; João Theobaldo Magarinos Olavo Cecco Rigon, Deodoro e Vidal Ramos Jr. Ele enfatizou ainda que devido o resultado do trabalho essa operação será mantida e desenvolvida em outras datas.

 

A Operação foi simultânea nos estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Números somados das tabelas:

Total de ordens judiciais: 609
Paraná: 124
SC: 184
RS: 301 (DPI 202; Denarc 17; DPM 82)


Total de armas: 169  (armas de fogo e outras)
Paraná: 72
SC: 20
RS: 77 (DPI 69; Denarc 4; DPM 4)


Total de presos e adolescentes: 311 entre presos e adolescentes (277 presos e 34 adolescentes)
Paraná: 78 (69 + 9 adolescentes)
SC: 108 (103 + 5 adolescentes)
RS: 125 (105 + 20 adolescentes): DPI 50 presos + 11 adolesc; Denarc 24 presos + 5 adolesc; DPM 31 presos + 4 adolesc


Total de drogas: 297 kg de maconha e 11,2 kg de cocaína
Paraná: 150 kg de maconha; 671 gramas de cocaína
SC: 60 kg de maconha e 10 kg de cocaína
RS: 87 kg de maconha e 560 gramas de cocaína (DPI 50 kg de maconha e 140 gr de cocaína; Denarc 33 kg de maconha e 250 gr de cocaína; DPM 4 kg de maconha e 170 gr de cocaína

Operação exclusiva da Polícia Civil.

 

Nos três estados.

Mais de 300 são presos ou apreendidos em operação contra o tráfico perto de escolas no RS, SC e PR

 

De acordo com a Polícia Civil gaúcha, os mandados de prisão e busca e apreensão foram cumpridos entre a quarta (13) e a quinta-feira (14) nos três estados do Sul do país.

 

As Polícias Civis do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná prenderam ou apreenderam mais de 300 pessoas entre a quarta (13) e a quinta-feira (14) nos três estados do Sul do Brasil, no âmbito da Operação Anjos da Lei, que visa combater o tráfico de drogas nas imediações de escolas.

"Lamentavelmente, o tráfico enxerga nesses ambientes, locais propícios para venda de drogas. Então eles se colocam geograficamente próximos às escolas, porque eles sabem que os alunos são suscetíveis à utilização de drogas", diz o delegado Leonel Carivali, subchefe da Polícia Civil gaúcha.

 

No Rio Grande do Sul, mais de 700 agentes realizaram a prisão de 108 adultos e a apreensão de 20 adolescentes que vendiam drogas nas imediações de 87 escolas públicas, em 60 municípios do estado.

 

Em Santa Catarina, o número de presos chega a 103, além de cinco adolescentes apreendidos. No Paraná, o número é menor: 69 prisões e nove apreensões.O total de ordens judiciais cumpridas nos três estados chega a 616, sendo 308 no Rio Grande do Sul, 184 em Santa Catarina e 124 no Paraná.

 

Durante o cumprimento dos mandados, 110 armas de fogo, além de quase 300 kg de maconha e mais de 10 kg de cocaína, foram apreendidos.

 

A Operação Anjos da Lei faz parte de um projeto criado pela Polícia Civil gaúcha em 2011, com o objetivo de mapear escolas em risco, e identificar e prender criminosos. Ao longo dos sete anos da operação, foram mais de mil traficantes presos no estado.

 

"Muitos professores nos procuram, diretores de escolas, não somente para solicitar atividades repressivas em relação ao tráfico, mas especialmente para pedir que a Polícia Civil esteja dentro das escolas, conversando com os alunos, sensibilizando, na forma de atividade preventiva, de palestras, de muita conversa", garante Carivali.

Fonte:G1RS

COMENTE