ATENDIMENTO (49) 3441 2801
Já possui uma conta? Entrar | Cadastre-se

Faça login

Caso você ainda não possua uma conta, faça o seu cadastro. É rápido, fácil e garante acesso a diferentes serviços.

Cadastre-se

Caso você ainda não possua uma conta, faça o seu cadastro.

 

Xavantina é considera área infestada pelo mosquito da dengue
Entre as medidas a serem adotadas está a instalação da sala de situação e tratamento com larvicida
Publicado 06/06/2018
 

Por Analu Slongo

Além de Seara, outra cidade foi elevada para o status de infestação na região, que é o caso de Xavantina com 56 focos. Esse número representa um aumento de 700% em comparação com 2017. A informação é do biólogo da regional de Saúde, Felipe Gimenez, que esteve na terça-feira, cinco, na reunião mensal da Sala de Situação em Seara. Entre as medidas a serem adotadas em Xavantina está a instalação da sala de situação, tratamento com larvicida e demais ações estratégicas para focar a prevenção.

 

Seara está com 105 focos do mosquito da dengue, sendo que dois foram encontrados na manhã desta quarta-feira. Concórdia está com 73 focos, sendo que o último foi localizado recentemente no bairro Petrópolis. Isso é um sinal de que o Aedes Aegipty está se adaptando às baixas temperaturas. 

 

A região Oeste de Santa Catarina é considerada área de risco para transmissão de doenças como dengue, febre chikungunya e zika vírus. O mosquito Aedes Aegipty é o transmissor dessas três doenças.

 

A melhor maneira de combatê-lo é eliminando todos os pontos de água parada. Para isso, alguns cuidados básicos devem ser seguidos, como:

- Pneus velhos não podem ser jogados em céu aberto;

- As garrafas devem ser guardadas secas e de cabeça para baixo. Nunca deixe acumular água nos vasos de plantas;

- As calhas e as lajes devem estar sempre limpas e as piscinas tratadas com cloro;

Caixas de água, poços e cisternas precisam estar bem fechados e o lixo deve ser jogado em local adequado.

 

Com informações da Belos FM

 

COMENTE