ATENDIMENTO (49) 3441 2801
Já possui uma conta? Entrar | Cadastre-se

Faça login

Caso você ainda não possua uma conta, faça o seu cadastro. É rápido, fácil e garante acesso a diferentes serviços.

Cadastre-se

Caso você ainda não possua uma conta, faça o seu cadastro.

 

Foto Divulgação Internet
Concórdia tem 8.282 eleitores filiados a partidos
PMDB é o que mais possui correligionários e o PT é quem registra o maior número de desfliações
Publicado 10/04/2018
 

Por Analu Slongo

Quase 15% dos eleitores de Concórdia possuem filiação partidária. Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), dos 56.322 eleitores, 8.282 pertencem a algum grupo. Os 35 partidos registrados no Brasil têm prazo até a próxima sexta-feira, 13 de abril, para enviar ao TSE a relação atualizada de filiados. A filiação partidária é um dos requisitos para o registro de candidatura a cargos eletivos. Para disputar eleições de outubro, o candidato deverá estar filiado na legenda pela qual pretende concorrer, isso com seis meses de antecedência. As eleições deste ano ocorrerão no dia sete de outubro, sendo assim, o prazo de filiação era até o dia sete de abril.

 

Na comparação entre dezembro de 2017 e março de 2018, houve redução de 14 filiados em Concórdia. Essas mudanças ocorreram no PT, que perdeu 11 filiados, no PSC que teve redução de três e PSDB que perdeu um correligionário. O Partido Progressista (PP) ganhou um filiado. As demais agremiações não apresentaram variação nos últimos três meses.

 

Partidos maiores

 

O PMDB continua sendo o maior partido política de Concórdia, com 1.421 filiações. Em segundo aparece o PT com 1.352, seguido pelo PSD com 1.055 e PP com 980. O partido do prefeito Rogério Pacheco, PSDB, está com 695 filiados, e o PR, do vice Edilson Massocco, com 212. A listagem com a relação das últimas filiações será divulgada pelo TSE no dia 18 de abril.

COMENTE