ATENDIMENTO (49) 3441 2801
Já possui uma conta? Entrar | Cadastre-se

Faça login

Caso você ainda não possua uma conta, faça o seu cadastro. É rápido, fácil e garante acesso a diferentes serviços.

Cadastre-se

Caso você ainda não possua uma conta, faça o seu cadastro.

 

Foto Divulgação Internet
Carro novo da Prefeitura agita as redes sociais
Veículo Chevrolet adquirido para o gabinete do prefeito custa cerca de R$ 138 mil
Publicado 13/03/2018
 

Por Jocimar Soares

Uma postagem feita pelos vereadores Edno Gonçalves (PDT) e Closmar Zagonel (PMDB) sobre a aquisição de um novo veículo para uso do prefeito de Concórdia, Rogério Pacheco (PSDB), tem gerado grande repercussão no Facebook. Na postagem eles citam obras e projetos que não saíram do papel e mostram fotos do Chevrolet Equinox, com valor de R$ 138 mil.

 

A postagem feita nesta terça-feira, 13 de março, diz o seguinte: “A atual administração da Prefeitura Municipal de Concórdia que em mais de um ano de gestão pública não conseguiu: realizar uma obra ; abrir a UPA (prefeito disse que tem custo elevado);  abrir CMEI do bairro Frei Lency (obra pronta e abandonada a mais de um ano); ESF do Distrito de Planalto; diminuir a falta de medicamento na farmácia municipal; reduzir a fila dos exames; Mas realizou a compra de um veículo Chevrolet Equinox 2018 de R$ 138.000,00 (cento e trinta e oito mil reais)”.

 

Esta não é a primeira vez que a compra de um carro público gera polêmica. Em 2015 ocorreu a mesma situação, quando o então presidente da Câmara de Vereadores de Concórdia, Mauro Mendes (PSD), adquiriu um Ford Focus para o Legislativo por R$ 77 mil. Também circula nas redes sociais um vídeo do vice-prefeito Edilson Massocco (PR), que na época era vereador, criticando a compra de um carro tão sofisticado para a Câmara de Vereadores.

 

Nota da Prefeitura

 

"O automóvel Equinox da Chevrolet, adquirido pelo gabinete do prefeito no valor de R$ 138,9 mil, segue todas as características e tem valor equiparado – se calculada a correção – da Captiva, também da Chevrolet, comprada pelo antigo governo e deixada de forma inservível para a atual gestão. Como o veículo deixado não tinha condições de rodar e o custo do conserto chegava bem próximo ao valor de tabela do bem, o prefeito Rogério Pacheco passou os últimos 14 meses utilizando o veículo próprio e um cedido pelo Procon.

 

Como o veículo do gabinete do vice-prefeito, um Linea da Fiat, havia sido leiloado em novembro de 2016 – sendo que o valor de tabela era R$ 26,7 mil e foi vendido por R$ 13 mil ao filho de um dos diretores do antigo governo -, um mês antes da antiga gestão deixar o governo, o vice-prefeito também precisou se utilizar de veículos emprestados de secretarias, bem como seu veículo próprio para trabalhar. Assim, com economias feitas no último ano, o gabinete do prefeito fez a aquisição de, para o uso em conjunto.

 

A atual Administração Municipal recebeu uma frota de veículos com muitos problemas e aos poucos está providenciando a substituição e ampliação. Dentro da atual gestão foram adquiridos 23 veículos. Além da compra do gabinete, foram entregues dois carros para a Polícia Militar, três para a Saúde, um para os Bombeiros Voluntários, três para Agricultura, um para Educação, um para o Transportes e 11 para Urbanismo e Obras, sendo cinco direcionados ao trânsito".

COMENTE

4 COMENT�RIOS
  • luiz
    É devagar ...............devagarinho.................quase parando... Vamos começar a mostrar serviço................ Afinal até agora NADA
  • Julia
    Sem comentários... estamos todos ferrados mesmo
  • MAURICIO
    VERGONHOSO
  • Andre Filipe
    Boa tarde Eu como cidadão gostaria de saber qual valor do orçamento e se poderia postar para nos o orçamento realizado? Foi feito os três orçamentos conforme deve ser feito?