ATENDIMENTO (49) 3441 2801
Já possui uma conta? Entrar | Cadastre-se

Faça login

Caso você ainda não possua uma conta, faça o seu cadastro. É rápido, fácil e garante acesso a diferentes serviços.

Cadastre-se

Caso você ainda não possua uma conta, faça o seu cadastro.

 

Foto Divulgação Internet
Receita abre consulta a lotes residuais do Imposto de Renda
Contribuintes que caíram na malha fina, mas acertaram as contas com o leão vão receber a restituição em 15 de janeiro
Publicado 08/01/2018
 

Por Analu Slongo

A Receita Federal liberou nesta segunda-feira, oito de janeiro, as consultas a um lote multiexercício de restituição do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física, referentes aos exercícios de 2008 a 2017. Os lotes residuais referem-se a contribuintes que caíram na malha fina, mas que posteriormente acertaram as contas com o leão.

 

Estão incluídos nesse lote de restituição do Imposto de Renda (IR) 165.898 contribuintes, que receberão, em 15 de janeiro, R$ 310 milhões em restituições. A maior parte (R$ 209,5 milhões) refere-se às restituições do IR 2017, que serão depositadas para 115.102 contribuintes. Do total, R$ 86,21 milhões serão pagos a 24.474 contribuintes idosos e 2.491 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou doença grave.

 

As consultas podem ser feitas pelo site da Receita Federal ou pelo número 146. No fim do ano passado, a Receita Federal informou que 747 mil declarações estavam retidas na malha fina do Imposto de Renda de 2017, devido a inconsistências nas informações prestadas. Nos últimos anos, a omissão de rendimentos foi o principal motivo para cair na malha fina.

 

Para saber se está na malha fina, os contribuintes podem acessar o "extrato" do Imposto de Renda no site da Receita Federal no chamado Centro Virtual de Atendimento. Para acessar o extrato do IR é necessário utilizar o código de acesso, gerado na própria página da Receita Federal, ou certificado digital emitido por autoridade habilitada. 

 

 Após verificar quais inconsistências foram encontradas pela Receita Federal na declaração do Imposto de Renda, o contribuinte pode enviar uma declaração retificadora. Quando a situação for resolvida, o contribuinte sai da malha fina e, caso tenha direito, a restituição será incluída nos lotes residuais do Imposto de Renda.

 

Fonte: G1.com

COMENTE