ATENDIMENTO (49) 3441 2801
Já possui uma conta? Entrar | Cadastre-se

Faça login

Caso você ainda não possua uma conta, faça o seu cadastro. É rápido, fácil e garante acesso a diferentes serviços.

Cadastre-se

Caso você ainda não possua uma conta, faça o seu cadastro.

 

Foto: Divulgação
Colombo deixará o governo para concorrer ao Senado
Transição do cargo para o vice Eduardo Pinho Moreira deverá iniciar em abril
Publicado 13/12/2017
 

Por Analu Slongo

O governador Raimundo Colombo oficializou nesta quarta-feira, 13 de dezembro, que deixará o comando do Estado em 2018 para concorrer a uma vaga ao Senado. Essa informação foi oficializada durante um almoço realizado com a imprensa em Florianópolis, na Casa da Agronômica, no dia de hoje.

 

O processo de transição do cargo para o vice-governador Eduardo Pinho Moreira deverá iniciar em janeiro, já que Colombo pretende se afastar da função no mês de fevereiro. A legislação obriga que o afastamento para quem pretende disputar as eleições de outubro deve ocorrer até abril.  Raimundo Colombo diz que vai sair antes para cuidar da saúde e também para poder participar de um curso que será realizado na Espanha.

 

Já no campo das coligações políticas, Raimundo Colombo diz que não considera que a tríplice aliança esteja desfeita. “É natural cada partido ter os próprios candidatos para defender as ideias e unir os militantes”, afirma. Na opinião do governador a atual coligação vai depender da evolução do quadro político, que tem mudado muito. “Tem que entender o momento como ele é”, acrescenta.

 

Sobre as possíveis candidaturas a governador do deputado federal João Rodrigues (PSD) ou do deputado estadual Gelson Merísio (PSD), Colombo diz que não vai manifestar apoio para um ou para outro. “Tentar apaziguar eu vou, mas tomar lado não”, enfatiza o governador.

 

COMENTE