ATENDIMENTO (49) 3441 2801
Já possui uma conta? Entrar | Cadastre-se

Faça login

Caso você ainda não possua uma conta, faça o seu cadastro. É rápido, fácil e garante acesso a diferentes serviços.

Cadastre-se

Caso você ainda não possua uma conta, faça o seu cadastro.

 

Foto: Ilustração/Internet
Fumdema faz recolhimento de vidro, eletrônicos e óleo de cozinha no dia 15
O trabalho faz parta da “Iniciativa Lixo Zero”
Publicado 13/11/2017
 

Por Cristiano Mortari

Os concordienses vão poder aproveitar o feriado da Proclamação da República, no dia 15 deste mês, para fazer o descarte de vidros, óleo de cozinha e aparelhos eletrônicos. A Fundação Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Fumdema), fará a coleta na Rua Coberta das 08h às 16h.

 

A ação faz parte da Iniciativa Lixo Zero, que tem várias metas para a destinação correta do lixo em Concórdia. O superintendente da Fumedema, Gilberto Romani, explica como as pessoas devem levar os produtos. “O óleo de cozinha deve ser entregue em garrafas plásticas, os vidros devem estar limpos, pois serão reutilizados e todo tipo de eletrônico pode ser levado”, orienta. “Também estaremos recolhendo pilhas, então é uma oportunidade para que as pessoas façam o descarte”, comenta ele.

 

Romani também antecipa que mais ações estão previstas no cronograma do “Lixo Zero”. “Temos um planejamento e teremos mais coletas. Depois dessa do dia 15 nós vamos organizar uma para o dia 09 de dezembro, para recolher pneus, móveis e lâmpadas”, adianta o superintendente.

 

Metas:

Entre as metas da Iniciativa Lixo Zero, estabelecidas pela Fumdema, estão: Melhorar a coleta seletiva; Ampliar Coleta em Seletividade; Implantar coleta de rejeitos domiciliares na área rural, com ênfase para os distritos e costa do Rio Uruguai; Viabilizar destinação de Lixo eletrônico e óleo de cozinha; Manter um ponto de coleta e destinar o óleo de cozinha; Manter um ponto de coleta e destinar os resíduos eletrônicos; Incentivar uso de canteiro de compostagem; Implantar canteiro de compostagem nas escolas e nas organizações parceiras.

 

COMENTE