ATENDIMENTO (49) 3441 2801
Já possui uma conta? Entrar | Cadastre-se

Faça login

Caso você ainda não possua uma conta, faça o seu cadastro. É rápido, fácil e garante acesso a diferentes serviços.

Cadastre-se

Caso você ainda não possua uma conta, faça o seu cadastro.

 

A concordiense vai acelerar em Portugal
Kart: Antonella Bassani representa o Brasil no Mundial de Rotax, em Portugal
Primeira mulher brasileira a se classificar para as "Olimpíadas do Kart", catarinense de compete contra 36 pilotos
Publicado 03/11/2017
 

Por Cristiano Mortari

O ano de 2017 tem sido especial para Antonella Bassani. Com apenas 11 anos, a catarinense de Concórdia foi um dos destaques do ano no kartismo brasileiro, e de longe isso se deve ao fato de ser uma das poucas mulheres nas pistas. Prestes a encarar o desafio mais importante de sua carreira até agora, Totti já está em Portugal, onde disputa entre os dias 4 e 11 de novembro o Rotax Max Challenge Grand Finals, conhecido também como “Olimpíadas do Kart”. 

 

O Mundial de Kart Rotax acontece no Kartódromo Internacional do Algarve, em Portimão, no sul de Portugal. Essa é uma das pistas mais modernas da Europa, e tem cerca de 1.600 metros de extensão, uma longa reta, curvas de alta velocidade e muitas mudanças de direção no traçado. Ao todo, são 360 participantes de 50 países diferentes, divididos em seis categorias. Na Rotax Micro Max, são 36 competidores de 8 a 11 anos, e Antonella é a única representante brasileira. Aliás, essa é a primeira vez que o Brasil tem uma mulher em sua delegação para a competição internacional. 

 

Um dos diferenciais da “Grand Finals” é o fato de todos os participantes receberem equipamentos idênticos da organização. Os chassis da Micro Max são da fabricante italiana Praga, e os motores da fabricante austríaca Rotax, conferindo assim um equilíbrio ainda maior para a disputa. Além disso, para se classificarem, os pilotos precisam vencer campeonatos regionais, nacionais ou continentais, garantindo um altíssimo nível técnico. Totti assegurou a vaga com a soma de seus resultados na Copa Rotax e o vice-campeonato na 1ª edição do Campeonato Brasileiro de Rotax, realizado em setembro na Granja Viana (SP). 

 

Essa será a primeira vez que Antonella corre na Europa, mas não sua primeira corrida fora do Brasil. Em 2016, no Campeonato Sul-Americano de Rotax no Peru, a catarinense foi a vice-campeã, em uma linda corrida, após largar de último, devido à uma quebra na pré-final. Apesar de ir com os pés no chão, Totti está confiante e tem o objetivo de conquistar mais um bom resultado em uma disputa internacional.

 

Os atividades extra-pista em Portimão começam neste sábado (04/11), com as sessões de treinos livres a partir de segunda-feira, num total de cinco, com 15 minutos cada. Na quarta-feira, acontece a tomada de tempos, que define o grid das duas baterias classificatórias, que acontecem até quinta. A pontuação dessas provas organiza o grid da pré-final, na sexta - que, por sua vez, determina a ordem de largada da grande decisão. A final acontece no sábado (11/11), com 10 voltas no total, com início previsto às 10h20 (horário de Brasília). 

 

Antonella Bassani tem o apoio de Prefeitura de Concórdia, Passarela Supermercados, Poletti Seguros, Rocfer, Bassani Pesados e Life Academia.

Antonella Bassani: 

“Estou muito animada com a disputa do Mundial de Rotax, essa será a competição mais importante da minha carreira até agora, e minha primeira corrida na Europa. Sei que será uma disputa muito difícil, muito equilibrada, com pilotos do mundo todo, mas meu propósito, além de conseguir o melhor resultado possível, é representar bem meu país, o Estado de Santa Catarina, a cidade de Concórdia e principalmente a classe feminina. Conto com a torcida de todos”. 

 

Fonte: Mariana Viegas / eversports.com

 

COMENTE