ATENDIMENTO (49) 3441 2801
Já possui uma conta? Entrar | Cadastre-se

Faça login

Caso você ainda não possua uma conta, faça o seu cadastro. É rápido, fácil e garante acesso a diferentes serviços.

Cadastre-se

Caso você ainda não possua uma conta, faça o seu cadastro.

 

Museu vai resgatar a história dos colonizadores de Concórdia / Foto: Divulgação
Construção da Casa da Memória em Lajeado dos Pintos é encaminhada para licitação
Investimento estimado será de quase R$ 800 mil
Publicado 19/05/2017
 

Por Analu Slongo

Está aberto o processo de licitação para a construção de uma Casa da Memória na comunidade de Lajeado dos Pintos. O investimento estimado será de quase R$ 800 mil, sendo R$ 700 mil de emenda parlamentar do deputado Pedro Uczai e o restante de contrapartida da prefeitura. Essa ideia começou a ser discutida em 2012 e o objetivo é fazer um museu que resgate a história dos colonizadores de Concórdia.

 

O coordenador de uma das comissões de implantação da Casa da Memória, Agenor Frigo, diz que o projeto será executado em duas etapas. Na primeira fase será construído o museu, banheiros, reserva técnica, espaço para comercialização de recursos da agricultura familiar e lanchonete. A obra terá 529 metros quadrados e também contempla a edificação de auditório, centro de atendimento aos visitantes e ações de paisagismo.

 

A construção ficará no terreno onde atualmente há um campo de futebol, atrás da igreja da comunidade. Agenor Frigo cometa que há mais de três mil peças que lembram a história da agricultura guardadas em Lajeado dos Pintos.

 

Processo de licitação

 

O edital de licitação para a primeira fase da obra foi publicado no dia 15 de maio e está disponível no site da Prefeitura de Concórdia. As empresas interessadas em construir a Casa da Memória na comunidade de Lajeado dos Pintos têm prazo até as 10h da quarta-feira, sete de junho, para entregar as propostas financeiras. Os envelopes serão abertos a partir das 14h deste mesmo dia.

 

Como há dinheiro de emenda parlamentar, é necessário que a obra inicie até o fim de junho. Se isso não ocorrer, existe o risco de a Prefeitura de Concórdia ter que devolver os R$ 700 mil da emenda do deputado Pedro Uczai.

COMENTE

1 COMENTÁRIOS
  • Agenor Frigo
    Muito obrigado da todas as pessoas que contribuíram para que chegássemos até esta importante etapa. Outras etapas virão e estão previstas até a conclusão e funcionamento.Vai dar tudo certo. Um forte abraço a todos.