ATENDIMENTO (49) 3441 2801
Já possui uma conta? Entrar | Cadastre-se

Faça login

Caso você ainda não possua uma conta, faça o seu cadastro. É rápido, fácil e garante acesso a diferentes serviços.

Cadastre-se

Caso você ainda não possua uma conta, faça o seu cadastro.

 

Divulgação.
Renato Gaúcho exalta reação do time em vitória contra o Fluminense
Tricolor pode perder por uma diferença de até um gol no jogo da volta.
Publicado 18/05/2017
 

Por Jocimar Soares

Cinco minutos de jogo, e o Grêmio se vê atrás no marcador, após Renato Chaves abrir o placar para o Fluminense, na Arena. À beira do campo, Renato Gaúcho viveu momento de preocupação. Um susto. E não passou disso. O Tricolor logo se encontrou em campo e virou com uma grande atuação para largar com vantagem no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, após a vitória por 3 a 1 nesta quarta-feira. Não à toa, a equipe ganhou os elogios do treinador ao final do triunfo.

Em sua análise da partida, na entrevista coletiva, o treinador ressaltou bastante a postura de seus comandados para buscar uma virada "muito difícil" contra o Fluminense – que também mereceu elogios de Renato. O técnico chegou a dizer que o placar poderia ter sido ainda maior aos gremistas dentro de casa, mesmo que a equipe tenha vivido os primeiros 15, 20 minutos iniciais de instabilidade.

– Acho que nos primeiros 15, 20 minutos, o Grêmio deu bastante espaço para o Fluminense. O Fluminense até se aproveitou. Depois, o Grêmio tomou as rédeas do jogo. O segundo tempo foi bem melhor. Poderíamos ter vencido por mais gols. Mas é sempre difícil sair perdendo na Copa do Braisl, contra o Fluminense, e virar o jogo. O Grêmio se encontrou principalmente no segundo tempo. No balanço, eu dei os parabéns. Jogaram muita bola a partir dos 20 minutos. Não é nada fácil virar para 3 a 1 sobre um time como o Fluminense, muito bem treinado – disse o treinador.

Os elogios do treinador têm a ver, em especial, com a sequência de boas atuações do Grêmio, mesmo em meio a desfalques de peças-chave da equipe – casos de Miller Bolaños, Maicon, Edílson, Douglas e Marcelo Oliveira. No último domingo, o Tricolor já havia vencido o Botafogo por 2 a 0 na Arena.

– É muito difícil você disputar outras competições. Toda hora enfrentando equipes fortíssimas, Brasileiro, Libertadores. Todo jogo a gente está tendo problemas, Se você for ver, o Grêmio estreou na Copa do Brasil, e cinco meses atrás, foi campeão. Se for ver, temos 50%, 60% do time fora. Não é fácil. É o cansaço, o estresse, o adversário. Taticamente meu time vem muito bem. Não tem dado chance aos adversários. Eles não têm dado espaço. O Grêmio tem criado e feito gols – avalia Renato.

Com o resultado, o Grêmio pode até perder por 1 a 0 no jogo da volta que garante a vaga nas quartas de final da Copa do Brasil – situação que se mantém com qualquer empate. O Fluminense precisa vencer por 2 a 0, graças ao critério do gol qualificado, anotado fora de casa. Um novo 3 a 1 leva a decisão aos pênaltis. O segundo confronto está marcado para o próximo dia 31, às 19h30min, no Maracanã. Antes, no domingo, o Tricolor encara o Atlético-PR, às 16h, na Arena da Baixada.

(Fonte: G1)

 

COMENTE