ATENDIMENTO (49) 3441 2801
Já possui uma conta? Entrar | Cadastre-se

Faça login

Caso você ainda não possua uma conta, faça o seu cadastro. É rápido, fácil e garante acesso a diferentes serviços.

Cadastre-se

Caso você ainda não possua uma conta, faça o seu cadastro.

 

Cobertura vacinal entre as crianças menores de cinco anos ainda é baixa / Foto: James Tavares/SECOM
Região de Concórdia é destaque em SC na vacinação contra a gripe
Depois do Dia D do último sábado, os municípios do Alto Uruguai já atingiram cobertura de 81% do público-alvo
Publicado 14/05/2017
 

Por Analu Slongo

O Dia D de Vacinação Contra a Gripe, realizado no último sábado, foi movimentado nos municípios do Alto Uruguai Catarinense.  A região é destaque no Estado com a maior cobertura vacinal, atingindo 81% do público-alvo. Em Santa Catarina foram vacinadas apenas 67% das pessoas que têm direito a receber as doses na rede pública.  A meta estabelecida pelo Ministério da Saúde é proteger 90%

 

No dia 13 os postos da região em que há salas de vacinas ficaram abertos das 8h às 17h. Antes do Dia D a cobertura vacinal na área de abrangência da ADR Concórdia era de 75,62%. Após o trabalho do último sábado subiu 5,38% e chegou a 81%.

 

A enfermeira responsável pelo setor de Epidemiologia da ADR Concórdia, Neoli Hilleshein, diz que a maior cobertura está entre os idosos e a preocupação continua sendo o baixo número de proteção das crianças menores de cinco anos. Noeli comenta que será necessário discutir uma estratégia para fazer com que os pais levem as crianças aos postos de saúde para fazer a vacina contra a gripe.

 

Quem pode fazer a vacina de graça

 

O público-alvo da campanha, que tem direito a fazer a vacina de graça na rede pública, é formado por pessoas a partir de 60 anos. Crianças de seis meses a menores de cinco anos, mais especificamente quatro anos, 11 meses e 29 dias. Trabalhadores de saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes, mulheres até 45 dias após o parto, presidiários e funcionários do sistema prisional. A proteção também é oferecida de graça aos portadores de doenças crônicas. É necessário apresnetar o Cartão SUS.

 

COMENTE