ATENDIMENTO (49) 3441 2801
Já possui uma conta? Entrar | Cadastre-se

Faça login

Caso você ainda não possua uma conta, faça o seu cadastro. É rápido, fácil e garante acesso a diferentes serviços.

Cadastre-se

Caso você ainda não possua uma conta, faça o seu cadastro.

 

Arquivo.
Parque Fritz Plaumann continua registrando práticas de caça e pesca predatória
Atos criminosos deixam vestígios, que são percebidos pelos monitores da reserva natural.
Publicado 13/02/2017
 

Por Jocimar Soares

A Equipe Co-Gestora do Parque Estadual Fritz Plaumann, Ecopef, vem registrando inúmeros casos de caça predatória e pesca na área de abrangência da reserva ambiental e comunidades vizinhas. Em vistorias realizadas periodicamente a cada 15 dias, monitores têm encontrado vestígios de caça e acampamento na área do parque. Indícios de pesca também foram achados, o que é terminantemente proibido.

Em entrevista ao Jornal da Manhã da Rádio Aliança, o monitor da Ecopef, André Leão, destaca que a última ronda foi realizada na última semana e evidências de que pessoas estiveram nas dependências do parque praticando esses atos também foram encontradas. Ele diz que esse trabalho de monitoramento é realizado desde 2008 e desde então 500 registros dessa natureza foram feitos.

Conforme Leão, "os vestígios mais comuns são corte de vegetação na área do parque para a passagem de pessoas, fogueira e resíduos sólidos. Redes e ceva para a caça também já foram encontrados", conta.

André Leão lembra que o Parque Estadual Fritz Plaumann é dotado de um plano de manejo que proíbe essa prática, considerada crime.

COMENTE