É inadmissível e injustificável você acusar uma pessoa de falcatrua, desvio de dinheiro ou tirar proveito próprio através de negociações escusas. Pela lei, você só pode fazer tais afirmações se houverem provas.

É preciso investigar, obter informações, depoimentos ou mesmo confissão dos envolvidos para confirmar as suspeitas. Ao meu ver, a pessoa que está fazendo tais acusações se acha acima do poder e acredita que a palavra dele é a que vale mais.

Se houve erro na hora de obter algum documento,  é preciso verificar o porque que aconteceu e não já sair acusando. Principalmente, se os acusados são pessoas que estão trabalhando de graça, tirando dinheiro do próprio bolso e tendo problemas familiares por causa disso.

Insinuar que houve beneficio a A ou B, na tentativa de atingir um terceiro, porque teria sido criticado por ele, é muito ridículo. Espero que as partes conflitantes cheguem a um acordo para o bem da comunidade, ou o caso pode realmente parar na justiça, o que seria muito desgastante para todos.

Muito irritados com as acusações, as vitimas afirmam que, se preciso, vão convocar a imprensa para falar sobre os fatos e levar o  caso para o Ministério Público para que as acusações sejam provadas.